Cidadania e Ética
Princípios e Valores Morais
Espiritualidade.


Temos uma missão, um objetivo, que se inicia pelo seu interesse, pela sua atenção.
O convido para inscrever-se no Boletim informativo, permitindo o envio para o seu e-mail.

Na Blogosfera do Bem, ou no CIBERESPAÇO de Luz estaremos unidos para a construção
do novo paradigma Civilizacional para este terceiro milênio, na SOMA, AMOR+Luz.
Beijos de Luz no seu Coração e na Alma.


Paz Profunda.
Levy






quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Exercendo a Cidadania



A Cidadania é assim, muitas vezes precisamos exigir cobrar os nossos direitos.

Diz um provérbio árabe: se alguém lhe rouba, lhe ofende ou maltrata, a culpa é dele;
Se ele continua lhe roubando e ofendendo a culpa passa a ser sua.

Se você pisar no pé de alguém, peça desculpas; se pisarem no seu e não se desculparem, reclame, denuncie que foi pisado afim de quem o pisou não continue a fazê-lo, até admitindo que você permitiu ou concordou.

Seja Gentil, o quanto você gostaria que fossem consigo, trate e atenda bem a todos, um dia você ou alguém seu precisará ser atendido também.

Exija ser tratado com cordialidade e respeito, se assim você age com relação aos demais.

Lembre sempre: o seu direito termina, onde começa o do outro.

Respeite o espaço público, o bem comum e o bem alheio.

Viva de tal modo que quando partires deste mundo o faça na certeza de tê-lo deixado melhor (Escotismo para Rapazes).

Escola de Cidadania

É um espaço de dialogo, aberto, de cunho moral- filosófico- espiritual, independente de qualquer dogma ou seita, livre de todo e qualquer sectarismo, que visa despertar na sociedade, através da conduta de seus membros, a cidadania proativa, participativa, humanista e solidária, objetivando uma convivência social mais produtiva e saudável.

Neste sentido, o bem comum, o respeito às leis e ao meio ambiente, as normas de civilidade, urbanidade, cordialidade, lealdade e gentileza, são valores cultivados para alcançarmos a verdadeira CIDADANIA responsável e consciente, onde daremos todo o nosso empenho para oferecer o melhor de nós mesmos, enquanto cidadãos, (funcionários, profissionais, Pais, filhos etc..).

Da mesma forma, cobraremos conduta semelhante nos ambientes onde estivermos tanto como prestadores como recebedores de serviços, a fim de acelerarmos o processo de Educação Cidadã.

A partir destes princípios, buscaremos identificar nas localidades onde habitamos questões ou problemas nos quais poderemos contribuir para apresentar ou propor soluções.

"Somente é digno de seus Direitos, quem luta por eles" (Martin Luther King).

visite o site: 

Levy Compartilha