Reativando o blog

Prezados leitores (as)
Estamos reativando o antigo blog, inativo a muitos anos.
Com este objetivo, toda contribuição para melhor atender nosso público, (conforme objetivos abaixo) será muito bem vinda.
Esperamos num curto espaço de tempo, atualizarmos as postagens e todo o conteúdo do blog.
Contando com a melhor interação possível, saudamos a todos, colocando nosso espaço para realização da nossa proposta.
Paz e Bem.

Cidadania e Ética
Princípios e Valores Morais
Espiritualidade.

Temos uma missão, um objetivo, que se inicia pelo seu interesse, pela sua atenção.
O convido para inscrever-se no Boletim informativo, permitindo o envio para o seu e-mail.
Na Blogosfera do Bem, ou no CIBERESPAÇO de Luz estaremos unidos para a construção
do novo paradigma Civilizacional para este terceiro milênio, na SOMA, AMOR+Luz.
Beijos de Luz no seu Coração e na Alma.

Paz Profunda.
Levy



sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Ética

 

Admirando a Ética 
Jordan Augusto 
As pessoas influenciam-nos, as vozes comovem-nos, os livros convencem-nos, os feitos entusiasmam-nos. 
(John Henry Newman) 

Sempre fui um admirador da ética e seus seguidores. A beleza do respeito alheio e a forma de encará-los, demonstra no homem o valor aprendido. 

Em que e onde, no Brasil, está mais fazendo falta a ética? 
A falta e a quebra da ética ameaça todos os setores e aspectos da vida e da cultura de um país.
Mas não há como negar que, na vida política, a falta ou quebra da ética tem o efeito mais destruidor. Isto se dá porque o político deve ser um exemplo para a sociedade. 

A política é o ponto de equilíbrio de uma nação. Quando a política não realiza sua função, de ser a instância que faz valer a vontade e o interesse coletivo, rompe-se a confiabilidade e o tecido político e social do país

O mesmo acontece quando a classe política apóia-se no poder público para fazer valer seus interesses privados. A multiplicação de escândalos políticos no Brasil só não é mais grave que uma de suas próprias consequências: a de converter-se em coisa banal, coisa natural e corriqueira, diante da qual os cidadãos sejam levados a concluir: sempre foi assim, nada pode fazer isso mudar, ou coisa ainda pior: ele rouba, mas faz.
Do outro lado, uma vida política saudável, transparente,representativa, responsável, verdadeiramente democrática , ou seja, ética, tem o poder de alavancar a autoconfiança de um povo e reerguer um país alquebrado e ameaçado pela desagregação
A ética é um comportamento social, ninguém é ético num vácuo, ou teoricamente ético. Quem vive numa economia a-ética, sob um governo antiético e numa sociedade imoral acaba só podendo exercer a sua ética em casa, onde ela fica parecendo uma espécie de esquisitice. A grande questão destes tempos degradados é em que medida uma ética pessoal onde não existe ética social é um refúgio, uma resistência ou uma hipocrisia. Já que ninguém mais pode ter a pretensão de ser um exemplo moral sequer para o seu cachorro, quando tudo à sua volta é um exemplo do contrário. 
“As Palavras são anões, os Exemplos gigantes-” 
(Provérbio Suiço) 

A palavra Ética é originada do grego ethos, que significa modo de ser, caráter. Através do latim mos (ou no plural mores), que significa costumes, derivou-se a palavra moral. Em Filosofia, Ética significa o que é bom para o indivíduo e para a sociedade, e seu estudo contribui para estabelecer a natureza de deveres no relacionamento indivíduo – sociedade. 
Define-se Moral como um conjunto de normas, princípios, preceitos, costumes, valores que norteiam o comportamento do indivíduo no seu grupo social. Moral e ética não devem ser confundidos: enquanto a moral é normativa, a ética é teórica e busca explicar e justificar os costumes de uma determinada sociedade, bem como fornecer subsídios para a solução de seus dilemas mais comuns. Porém, deve-se deixar claro que etimologicamente “ética” e “moral” são expressões sinônimas, sendo a primeira de origem grega, enquanto a segunda é sua tradução para o latim. 

Levy Compartilha
ética, costumes, valores morais, cidadania, princípios e valores
http://br.groups.yahoo.com/group/TUSB-TEMPLO-UMBANDISTA-SENHOR-DO-BONFIM/




terça-feira, 11 de outubro de 2011

Uma Nova Educação


Se nós compreendermos que o sistema educacional actual nada mais é que uma linha de montagem onde se formatam pessoas para servir um modelo que está em colapso acelarado, em que as crianças são privadas da verdadeira expressão do seu Ser para se transformarem, no fim da linha de produção, em profissionais que se limitam a cumprir aquilo para que foram desenhados, sem a capacidade de inovar, criar, reformular e de pôr em causa tudo aquilo que aprenderam, facilmente podemos concluir que esse mesmo sistema não serve, e que uma revolução profunda tem que acontecer de forma a que um novo paradigma educacional possa surgir.
Enquanto as crianças estiverem sujeitas a um sistema, onde o que é valorizado são os quadros de honra, onde o estímulo que se oferece é o da competição com os colegas pelos lugares nas tabelas dos melhores alunos, onde se impõem modelos desenhados por uns quantos intelectuais em corriculos formatados de cima, nenhum futuro poderemos encontrar neste sistema. Há que saber quebrar com o paradigma actual, e começar a fazer de forma totalmente diferente, onde a educação seja um estímulo para que cada criança possa expressar o melhor de si no contacto com os outros, através da criatividade, da partilha e da expressão plena do Ser em toda a sua potencialidade.
Deixamo-vos um vídeo onde podemos perceber de forma clara o quanto é essencial começar a pensar de forma diferente.
Blog Anuea
http://anuea.org/web/index.php?option=com_easyblog&view=entry&id=3&Itemid=56#.TpS8kKYx6qY.blogger
Paz Produnda
Levy Compartilha

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Indicadores de uma Sociedade Decadente-Por J.Purgly


Sociedade decadente
Frase da filósofa russo-americana Ayn Rand (Judia, fugitiva da revolução russa, que chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920), mostrando uma visão com conhecimento de causa:
  • "Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada;
  • "Quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores;
  • "Quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você;
  • "Quando perceber que a corrupção é recompensada e a honestidade se converte em auto-sacrifício;
"Então poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está decadente".


http://purgly.blogspot.com/2011/10/indicadores-de-uma-sociedade-decadente.html#ixzz1ZqbVVmsR